MUSEU

Apresentação

Museu do Tribunal de Justiça de São Paulo

Criado pela Portaria 2815/95, o Museu do Tribunal de Justiça, tem por principal objetivo preservar e divulgar os elementos materiais relacionados à vida e tradições do Poder Judiciário Paulista. Inaugurado em 1º de fevereiro de 1995, no Palácio da Justiça, este setor cultural tem por função realizar a levantamento de todo acervo histórico existente no Estado de São Paulo, a fim de designar locais adequados à sua exposição, bem como proceder à necessária catalogação e preservação.

Pela montagem de núcleos permanentes e exposições temporárias, cumpre a importante missão de preservar para as novas gerações a história e os objetos ligados à evolução do Poder Judiciário Paulista, com destaque aos eminentes vultos do passado que marcaram época desde a implantação do “Tribunal da Relação”, em 1874, na então província de São Paulo.

O Museu do Tribunal, desde 2007, encontra-se sediado no Palacete Conde de Sarzedas, onde mantém importantes coleções atinentes à criação e evolução do Poder Judiciário paulista, bem como dois núcleos de exposições permanentes, localizados no Palácio da Justiça, “Sala Desembargador Emeric Levai” e “Espaço Cultural Poeta Paulo Bomfim” . Exposições temporárias – itinerantes são inauguradas junto à “Sala dos Passos Perdidos” – hall de circulação principal da Sede do Poder Judiciário.


Visita Monitorada

Em razão da pandemia, as visitas monitoradas ao Palacete Conde de Sarzedas, sede do Museu do Tribunal de Justiça de São Paulo, estão sendo realizadas de forma telepresencial, com transmissão de vídeo institucional e interação com o público, proporcionando aproximação do Judiciário paulista com a comunidade acadêmica, alunos das diversas instituições de ensino e os cidadãos, mesmo durante o período de distanciamento social.

Para grupos previamente formados de universidades, instituições e público em geral, é necessário realizar agendamento pelo e-mail museutj@tjsp.jus.br, informando o nome da instituição, nome do responsável pela visita, quantidade de pessoas, telefone e e-mail para contato, além do dia e horário de preferência (às 10h, 11h ou 15h). A instituição recebe certificado de participação expedido pela Coordenadoria do Museu do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Para as pessoas que não compõem grupo previamente formado, o Museu oferece visitas abertas, por ordem de inscrição, na última quarta-feira de cada mês, às 10h e às 15h. Interessados podem se inscrever pelo e-mail museutj@tjsp.jus.br , informando nome completo, data e horário de interesse.



O Tribunal de Justiça de São Paulo utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no portal implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais do TJSP